GERENCIE MELHOR SUA ATENÇÃO (E NÃO O SEU TEMPO!)

Quantos minutos sem interrupção de algo você tem: estudo, trabalho, leitura?

10, 20, talvez 50 minutos? Se acha que é pouco, é só a gente se olhar..

A maioria de nós não pode ficar intacta por mais de 10 minutos.

Estamos todos tão conectados que torna-se impossível encontrar tempo para se concentrar em você e na atividade que está fazendo. Alguns de nós recebem centenas de notificações e mensagens por dia.

Você se encontra respondendo uma mensagem da WhatsApp aqui, um e-mail, conversa com um amigo e depois conversa com um colega… A maioria dos dias de pessoas consiste em responder a notificações.

De certa forma, você é mantido em cativeiro por outros.

Portanto, não é de admirar que muitos de nós perguntem: “Como me concentrar melhor?”
A grande maioria dos meus coachees, após uma primeira conversa sobre seu desejo de melhoria, ao responder, menciona algo relacionado ao foco.

Existem pesquisas que demonstram que 28% da população americana em idade produtiva acha que seu maior desafio está relacionado ao foco e ao gerenciamento do tempo. Aqui estão apenas dois exemplos do que mencionaram:

“Meu desafio número um na vida e na carreira, está tentando manter o foco em minhas tarefas. Minha mente sempre começa a derivar coisas triviais quando estou no trabalho “.
“O meu maior desafio é: como podemos definir o que realmente se concentra?”
Também já estive com grandes questionamentos à respeito do foco e confesso que percebi que isso não vem de agora. Isso é antigo… muito antigo!

Distrações sempre fizeram parte da vida. Não tem nada a ver com seu smartphone ou YouTube, compras on-line, Instagram ou qualquer outra coisa que você queira culpar por sua falta de foco. É a natureza humana. Nós adoramos estar ocupados.

Sócrates, um dos fundadores da filosofia ocidental, nos advertiu há 2400 anos:

“Cuidado com a estéril de uma vida ocupada”.

A ocupação não é uma coisa boa. Porque a ocupação e as distrações andam de mãos dadas. Se não quer distração, mude para uma bolha isolada! Mas não é assim que a vida funciona. Além disso, a vida moderna é muito boa.

Seneca, um dos mais famosos filósofos estóicos, disse isso em “Letter From A Stoic”:

“Nunca há um momento em que a nova distração não apareça”.

Sempre há distrações. Então, é melhor você se treinar para gerenciar sua atenção. Não é seu tempo. Porque esse é o maior erro que as pessoas fazem.

Nós acreditamos falsamente que podemos gerenciar o tempo. Mas o tempo não pode ser gerenciado. A única coisa que você controla é a sua atenção.

E lembre-se: foco determina a qualidade de sua vida. Nenhum foco significa nenhum controle de sua atenção. E nenhum controle significa frustração. Todos sabemos o que a frustração provoca.

Comece a gerenciar sua atenção. Não o seu tempo.

AUTODISCIPLINA – QUE COISA MAIS COMPLICADA!!!!

Seja sincero: o que você sente quando lê histórias das pessoas que conseguem acordar as 5h da manhã, meditam, correm, tomam um suco detox verde, chegam lindos no trabalho, conseguem meditar, cuidar de filhos, ir pra academia, publicar fotos na internet e ainda ter a pele linda? kkkkkk

Você? Senta pra pesquisar uma receita light, vê um banner de cachorro, que te manda pra uma notícia da atriz da TV, que mostra a história de Getúlio Vargas e… acabou o dia!

Essa é a vida que você realmente quer viver ou está cansado disso e quer, de verdade, alcançar seus objetivos?

Se você tem certeza que quer mudar essa história, o segredo do sucesso na vida profissional e pessoal chama-se AUTODISCIPLINA!

Mas será que é possível desenvolver essa habilidade?

Apresento agora oito maneiras de ajudar você mesmo a se tornar mais autodisciplinado do que você agora. É tudo uma questão de exercício diário!

1) Comece
Esse é primeiro ponto. Se você esperar chegar um dia mágico para começar, você vai morrer esperando. Quem faz o momento é a gente. Então, comece de algo… de algum início. A princípio, não precisa ser coisa grandiosa. Aliás, não DEVE ser nada grandioso. Se não, vai ser fogo de palha! E queremos uma construção, uma caminhada devagar… Então, dê um pequeno passo: acorde mais cedo? Caminhe 15 minutos? Coma uma fruta por dia? Converse 5 minutos com o atendente da padaria? Desligue o celular e leia uma página do livro? Não sei… você sabe qual será seu pequeno passo.

2) Identifique

Se você não está satisfeito com algo específico, tome consciência disso e veja o que deve ser mudado, sem desculpas. Seu trabalho está te chateando? O que chateia nele? O que você pode fazer de diferente para que isso pare de te chatear?
Comece, também a pensar em possibilidades de sair do que te incomoda.

3) Aja

Você é adulto e deve se comportar como tal. Esperar as soluções caírem do céu não surtirão efeito. Após o passo 1 e 2, comece a agir! Mesmo que seja vagarosamente. Mas saia da inércia!!

4) Liste coisas que você deverá fazer durante o dia

Na primeira semana, coloque no papel (ou agenda, ou porta da geladeira, guarda-roupas, celular…) UMA única atitude que você deverá fazer naquele dia, com o máximo de detalhes: horário, duração, o que deverá fazer, qual o resultado esperado.
Na segunda semana, DUAS atividades por dia. Na terceira semana, TRÊS atividades por dia e assim por diante. Chegando a CINCO por dia, pare. E veja se realmente precisa fazer mais ou se já conseguiu mudar o seu padrão de pensamento. Vale a pena!

5) Antecipe-se!

Você já sabe o que atrapalha você para realizar as coisas do item 4. Você sabe que a cama te segura pra você não ir pra academia, que você adora um celular na hora da reunião, que você ama assistir filme quando deveria estar estudando… então, elimine T-U-D-O o que, durante a sua tarefa, pode te tirar concentração. Não tenha dó de você! Você está fazendo isso pro seu próprio bem!

6) Abuse da tecnologia

Hoje temos aplicativo para quase tudo na vida. Procure alguns que podem te ajudar na administração do seu tempo. Coloque o despertador para lembrar do seu compromisso com você mesmo, conecte-se à pessoas que estão em busca dos mesmos objetivos para que possam te auxiliar nessa caminhada.

7) Reconheça suas limitações e peça ajuda quando necessário

A gente sabe quando brinca demais no trabalho e acaba não fazendo o que deveria…
A gente sabe quando fez o trabalho “do jeito que deu” porque deixou pra última hora…

Se você achar que está com dificuldades de ir sozinho, procure ajuda de um mentor ou, se não tiver, de um Coach. É um investimento que você fará para se tornar um profissional melhor (isso também se aplica à vida pessoal).

8) Falhou? Começa de novo…

A falha faz parte do processo de amadurecimento. Errar e cair te mostram que você é humano e pode ter uma nova chance. Persista no que você quer! Se você não fosse capaz, você não estaria onde está hoje: com habilidades e talentos que só você tem! Confie em você… ganhar uma maratona é uma delícia, mas só quem um dia, nem sabia andar, foi campeão dela!

Construir a autodisciplina pode ajudar em todas as áreas da sua vida. Se você está pronto para começar, escolha uma área e continue. Esteja atento em se tornar melhor hoje do que na semana passada. Gradualmente, você se tornará disciplinado nessa área e então poderá passar para a próxima.

 

Bóra conquistar?

#MelhorandoAgoraESempre

#EuAcreditoQueÉPossível

#SouCoach

#Coach

#Coaching

#CoachdeCarreira

#CoachingdeCarreira

#CareerCoach

#CareerCoaching

#LifeCoach

#LifeCoaching

#ProfissaoFeliz